Estado de MG é condenado a indenizar preso em R$ 20 mil

Vítima trabalhava na lavanderia da prisão
TJMG / Divulgação

A Justiça condenou o Estado de Minas Gerais a pagar R$ 20 mil por danos morais e estéticos a um preso que se acidentou na lavanderia da penitenciária de Ponte Nova, na Região Central, em abril de 2011. O detido também terá direito a uma pensão mensal equivalente a um salário-mínimo.

A decisão é da 6ª Câmara Cível do TJMG (Tribunal de Justiça de Minas Gerais), que confirmou a sentença de 1ª instância.

De acordo com o processo, o preso teve o braço esquerdo sugado pela máquina centrífuga da prisão, o que resultou em fratura no braço e esmagamento do cotevelo.

Em sua defesa, o Estado de Minas Gerais alegou isenção de responsabilidade ao sustentar que tratou-se de um acidente eventual.

O juiz de 1ª instância, Bruno Henrique Tenorio Taveira, concordou com a argumentação do preso e condenou o Estado, que recorreu.

A decisão foi mantida no Tribunal. O desembargador Audebert Delage, que foi o relator do processo, avaliou que “o dano tem origem na inexistência, mau funcionamento ou atraso na prestação de serviços”.

— Restou provada a negligência da Administração Pública quanto à fiscalização do complexo penitenciário, no qual o homem cumpria pena. Cumpre ressaltar que a Constituição Federal assegura aos presos o respeito à integridade física e moral.

Os desembargadores Edilson Olímpio Fernandes e Sandra Fonseca votaram em acordo com o relator. Ler a notícia completa

Via:: Minas Gerais

Estado de MG é condenado a indenizar preso em R$ 20 mil
Close Menu